Sindicato participa de reunião no TST para esclarecer dúvidas na proposta do plano de saúde

103

No processo de mediação, o Tribunal Superior do Trabalho (TST) fez uma proposta contendo várias alterações no plano de saúde da categoria. Com isso, estabeleceu um prazo para resposta dos trabalhadores com vencimento nesta terça-feira (31), mesmo com o pedido da FENTECT por esclarecimento de várias dúvidas sobre a proposta, para, então, levá-la à votação das assembleias. Entretanto, o tribunal negou o primeiro pedido de prorrogação do prazo, levando a federação a produzir um novo protocolo solicitando prorrogar a data limite para análise das bases.

Foi marcada para amanhã (31) uma nova reunião no TST com a FENTECT e a assessoria jurídica da federação, na qual o SINTECT-DF também irá participar, para que alguns pontos duvidosos sejam esclarecidos na proposta do ministro Emmanoel Pereira.

Para que as assembleias possam avaliar a proposta, as seguintes questões deverão ser respondidas:

-Exclusão dos genitores;

-Pagamento de mensalidades e aumento no compartilhamento, apesar dos baixos salários dos trabalhadores;

-Situação do plano odontológico;

– Situação dos novos funcionários e dependentes que estão sem plano de saúde;

-Tratamentos caros e demorados como quimioterapia e hemodiálise, serão considerados internamentos ou exames?;

-Interrupção do tratamento dos genitores com doenças graves;

-Tratamento com home care, entre outras.

O SINTECT-DF aguardará o resultado da reunião, bem como o encaminhamento da FENTECT. Por isso, é importante que todos os trabalhadores continuem mobilizados e atentos às informações do sindicato.

A luta em defesa do nosso plano de saúde continua!